Como podólatra e fotógrafo, acredito na essência

particular da beleza dos pés femininos enquanto símbolo de

sensualidade, de sensibilidade, de cuidado. Para mim, o desejo

pelos pés femininos está mais para o incremento, para o tempero

da aproximação sensual do que para a substituição. Vários

pontos do corpo feminino me atraem: boca, seios, bumbum,

mãos, quadris, coxas, joelhos, pescoço, etc. Cada um em sua

hora e lugar. Mas os pés concentram um nível de complexidade,

de detalhamento e de mistério que resumem rapidamente várias

nuances do arquétipo feminino.

 

A beleza intrínseca dos pés remete à sensualidade de

suas curvas, ao equilíbrio das proporções de dedinhos, unhas,

calcanhar, solas. Não se trata aqui de discutir o “Belo”, no

sentido filosófico. Mas sim de expressar a razão pela qual

escolhí cuidadosamente essas modelos, cujos pés exemplificam

minha teoria. Modelos especiais, footmodels, fotografadas por

mim devido aos fascínio e à magia que seus pés exercem sobre

meu olhar.

 

Tenho preferência pessoal por pés femininos

descalços, mas procurei, na medida do possível, fotografar

essas footmodels com diversos tipos de calçados, primeiro

para realçar a beleza dos seus pés e, segundo, para agradar aos

visitantes desse site.

   
   
   

   
   
   
   
   
 

Um pouco de teoria, apesar dos deslizes freudianos

(lembrando que sentiratração pelos pés femininos não é

necessariamente um fetiche. Aliás, essa palavra já perdeu sua

carga semântica negativa, lá pelo século XX):


“Podolatria é um tipo particular de fetiche cujo

desejo se concentra nos pés.No Brasil, um fetichista de pés é

normalmente reconhecido pela expressão 'podólatra'. Já em

Portugal não é incomum o uso do termo podófilo. Deve-se ter

cuidado para não confundir o termo com outro muito parecido,

mas de sentido completamente diverso: pedofilia, atração por

crianças. São atos comuns que levam o podólatra a ter excitação

e prazer sexual o ato de ver, tocar com as mãos, lamber, cheirar

ou beijar os pés de outra pessoa, entre muitos outros; muito

raramente um fetichista pode ainda ter prazer quando os

próprios pés são objeto dessas ações.

 

O fetichista responde ao pé de uma maneira similar à

que outros indivíduos respondem a bundas ou seios. Mas é de

notar que, no caso do podólatra, esse desejo direcionado para

uma parte específica do corpo adquire o caráter pronunciado de

uma fixação.” (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre)

   
   
   
   
 
 
 

A Reflexologia,

como ciência e terapêutica,

demonstra igualmente a

importância dos pés:

 
   
   

Essa figura pode mostrar

antigos reflexologistas egípcios

ou possivelmente,

Manicures/Pedicures

   

Indo mais a fundo no assunto:


In clinical terms, a fetish is a stimulus that is a requirement for sexualarousal to occur (also called an "exclusive paraphilia"). Therefore, aperson who can derive sexual arousal from the human foot along with
other more conventional stimuli (i.e. kissing, petting, etc) would not necessarily meet the clinical definition of having a fetish. This article focuses on arousal by feet in general (i.e., the popular use definition of fetish), and not on the clinical definition of foot fetishism.

For a foot fetishist, points of attraction include the shape and size of the foot and toes, the texture of the skin, cleanliness (or lack thereof), state of dress (i.e., barefoot or clad in ocks/nylons) and odor. Foot lovers may enjoy sniffing, tickling, kissing, licking, and/or lovemaking with the objects of their affections.


Like other paraphilias, foot fetishism varies widely and several subcultures can be highly specialized; therefore one fetishist may be aroused by elements another might find repulsive. Websites exist that cater to a number of specialized scenarios, including: feet resting on car dashboards, feet pushing down on accelerator or brake pedals, crushing objects like balloons or toy cars, women walking barefoot on difficult surfaces such as hot pavement, sharp gravel, rocks, snow, etc., feet being pushed into mud or food, foot torture (i.e. having the soles of their feet tortured or punished by whippings, hot wax, or burnt with cigarettes), and feet being bound and tickled. (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre)